27 de mai de 2013

Cauterização recupera os fios com reposição de nutrientes

| |


Chega um determinado momento em que as madeixas secas, quebradiças, tingidas ou que passaram por processos químicos, como relaxamento e progressiva, precisam mais do que hidratação. Nesse caso, o recomendado é fazer uma cauterização. "Trata-se de um procedimento muito mais profundo de hidratação que tem a função de recuperar os fios das agressões externas", observa Rosiane Pinheiro, visagista e hairstylist do i9 HAIR, em São Paulo. "Os cabelos ficam saudáveis, brilhantes e resistentes."
Tipos de cauterização
Existem várias marcas e procedimentos. Normalmente, o processo começa com um xampu de limpeza, para deixar o fio aberto e receber o tratamento. Em seguida, são aplicados cremes e produtos, com tempo de pausa pré-determinado, que vão repor aminoácidos, proteínas, queratina, entre outras vitaminas perdidas. Eles têm o poder de hidratar, penetrando profundamente nas camadas dos fios. "O tratamento devolve tudo o que o cabelo precisa para ficar saudável", explica Rosiane.
Quente ou frio
O grande diferencial da cauterização é que existem dois sistemas. Quando todo processo é realizado no lavatório, recebe o nome de cauterização fria. "Hoje, com a tecnologia, o fio tem uma grande absorção dos nutrientes. Entretanto, algumas marcas usam o calor de chapinhas específicas na finalização para ajudar a selar as cutículas", explica a especialista.
Queratina faz mal? 
Se houver exagero, sim, porque ela deixa as fibras do cabelo mais duras, podendo causar quebra. Por isso, a cauterização não deve ser adotada com muita frequência. "O ideal é que o tratamento seja feito uma vez por mês. Exceto nos casos em que a pessoa esteja com algum problema de sensibilidade. Mas é indispensável o acompanhamento do profissional", alerta a hairstylist.
Todas podem se beneficiar 
Qualquer mulher pode fazer o tratamento, principalmente aquelas que passam por químicas, como progressiva e relaxamento. "O procedimento também é indicado para quem tem cabelo fino, pois ele ajuda a encorpar os fios", observa Rosiane.
Atenção às pontas duplas
A especialista explica que há uma maneira de descobrir se está na hora de fazer uma cauterização: "Olhe seus cabelos, se as pontas estiverem abertas significa que os fios precisam do tratamento".
Cauterização x hidratação 
A cauterização atinge a parte interna do fio e, por isso, não elimina a necessidade de se fazer hidratação com máscaras ou ampolas, pois só assim as madeixas ficarão maleáveis e sedosas. "Um procedimento não dispensa o outro", completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião aqui, mas não se esqueça da sua educação!
Deixe o link do seu blog, que eu retribuo a visita!
Beijinhos
ATT. Tuane Tagava