9 de fev de 2012

triste

| |
 
Um vento gélido percorreu o meu corpo, vozes ecoavam em minha mente, uma multidão sem vida me empurrava de um lado para o outro, um cheiro de morte inalava pelo ar. Me misturei à multidão que eu era incapaz de ver, adquiri o cheiro que ninguém conseguia sentir, gritei com os ecos de falas nunca pronunciadas…virei mais uma alma perdida no amontoado de mortos. Libertei-me daquele corpo frio, deixei-o cair e comecei a vagar por cantos abandonados. Eu estava morta…era só disso que eu sabia. (imperfeito-nós)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião aqui, mas não se esqueça da sua educação!
Deixe o link do seu blog, que eu retribuo a visita!
Beijinhos
ATT. Tuane Tagava