19 de ago de 2014

Valdisnei 3 in 1

| |
                                              http://www.soundonsight.org/wp-content/uploads/2010/11/disney-1024x472.jpg

Fala galera na espera!
Como é que tão?
Marmelada com kiwi?
Bora lá e vamos falar de três animações da Disney (sem a Pixar)!!!!!
Mas como assim, sem a Pixar? É isso mesmo! A Disney resolveu que estava crescidinha e que já era hora de se arriscar e já tem três belas animações.

E como os indianos, vamos por fila de chegada.



Pra começo de conversa, que tal investir milhões, digamos 260 milhões de dólares em uma animação pra começar com chave de ouro? É, e foi isso que a Disney fez...
Ela pegou a escova e o pente e se preparou para lançar as madeixas douradas de Rapunzel no filme Enrolados (Tangled).
E nessa “enrolação” (tenho que parar de fazer trocadilhos, se não o capiroto me pega), nosso estúdio de contos de fadas nos apresenta algo muito leve, belo e engraçado.
É a história da Rapunzel, a princesa presa numa torre com suas longas tranças.
                                                                    http://cutehdpictures.blogspot.com.br/2013/04/8d-wallpaper.html

O único ponto ruim é ter colocado o Luciano Hulk como dublador do protagonista (é só assistir no áudio original e ser feliz).



E então a Disney cansou dos contos de fadas e decidiu se arriscar no mundo dos games com a minha animação favorita: Detona Ralph (Wreck it Ralph).
Detona Ralph é a história de personagens de games eletrônicos, mais especificamente os fliperamas (arcades), que, bem, fazem outras coisas quando não tem ninguém vendo  ;)
                                                    http://www.papeldeparede.etc.br/fotos/papel-de-parede_ralph-e-venellope-detona-ralph/

Cabe destaque para Mari Moon, que fez uma dublagem maravilhosa com o mais fofo bug: Vanellope Von Sheets!




Mas como a Disney é a Disney, ela logo quis voltar pra sua ilha de contos de fadas, (o que foi muito bem aceito) e nos trouxe algo gelado de lá.
E dessa forma, um musical doce e encantador, com toques de irreverência surgiu. E eis que o ganhador dos Oscar de melhor canção original e melhor filme de animação lhes pede um pouco de aplausos: Frozen.

Baseado no conto de Hans Cristian Andersen, A Rainha da Neve, esta animação musical tem um sabor de sorvete que nos faz querer ver mais e mais. As lindas canções só aumentam esta sensação, sem falar nos personagens mais que cativantes como Olaf, as princesas Anna e Elsa e mesmo o Sven (Ah, o Sven J ).

E bem... let it go!





Um comentário:

  1. Olá!
    Achei super legal você tirar um tempinho pra ajudar a divulgar outros blogs que estão começando.
    Parabéns pelo post e pela iniciativa.


    www.voceconhecee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião aqui, mas não se esqueça da sua educação!
Deixe o link do seu blog, que eu retribuo a visita!
Beijinhos
ATT. Tuane Tagava